Professor do CDSA propõe a inclusão da violência no cálculo do Índice de Desenvolvimento Humano

20Em um artigo publicado na Revista Espaço Acadêmico, edição 182, de julho deste ano, o professor do Centro de Desenvolvimento Sustentável do Semiárido da UFCG, José Maria Nóbrega Júnior, avalia o desempenho dos estados nordestinos e de seus principais municípios no que tange ao IDH/IDHM2 (Índice de Desenvolvimento Humano) e cruza esses dados com as taxas de homicídios. Ele propõe a inclusão de uma variável/dimensão de violência no cálculo deste índice.

O artigo demonstra estatisticamente o paradoxo nordestino na relação entre desigualdade/pobreza (medidas pelo IDH/IDHM) e o controle social da violência, propondo a inserção no índice de desenvolvimento humano de variáveis que meçam a violência, uma atenção especial à violência medida pelos homicídios.

O Índice de Desenvolvimento Humano é um dos mais importantes indicadores socioeconômicos. O IDH é um indicador tridimensional que abrange longevidade, renda e escolaridade, visando, portanto, medir o nível de qualidade de vida de uma determinada sociedade.

A principal fonte de violência são os homicídios. Onde as suas taxas superam o limiar de 10 homicídios por cada grupo de cem mil habitantes, acende-se a “luz amarela” do descontrole social provocado pela violência, é o que aponta o professor em seu artigo.

“A violência é uma realidade crescente no Brasil, onde 11,8% de todos os homicídios ocorridos no mundo foram perpetrados. Em 2012, foram registrados mais de 56 mil assassinatos no país (SIM/SUS/MS). Desses, 37% ocorreram no Nordeste brasileiro. De 1990 a 2012 o crescimento de homicídios no Nordeste foi sintomático, na verdade uma tragédia anunciada, não obstante o IDH dos estados e o IDHM de seus principais municípios alcançarem patamar nunca antes impetrado”, disse.

“O que podemos concluir de forma enfática, neste trabalho, é que as variáveis que compõem o IDH/IDHM, apesar de importantes, não são suficientes para avaliar a qualidade de vida de uma sociedade. Uma realidade de índices de desenvolvimento humano crescentes, mas que parte considerável da sociedade é vitimada pela violência demonstra a urgência em se inserir uma variável/dimensão de violência no cálculo do IDH/IDHM”.

“Boa parte da literatura que trata do tema da desigualdade e da pobreza liga a melhoria das condições socioeconômicas como causa principal para o controle social e a diminuição da violência. Esta, medida pelas taxas de homicídios, nos revela uma face perversa no Nordeste brasileiro, onde os indicadores socioeconômicos melhoram numa proporção elogiável, mas a violência segue na ascendente, como no caso de Salvador e Feira de Santana, importantes cidades baianas, que apresentaram crescimento explosivo da violência homicida”, finalizou.

Acesse o artigo completo no endereço: http://zip.net/bktqpT

De Olho no Cariri

Com Ascom

Normalmente la farmacia puede proporcionar a sus clientes tratamientos discretos para diversas enfermedades. Por ejemplo, la crema Temovate es un corticosteroide tópico. Este fármaco funciona deprimiendo la actividad de diversos productos químicos que causan enrojecimiento. Típicamente, tanto hombres como mujeres sufren de disfunciones sexuales. Si usted está preocupado por el trastorno eréctil, probablemente sabe acerca de http://kamagraoraljelly.me/es/100mg.html. Cuando ustedes son compra drogas como Kamagra debe discutir con su profesional de la saludos cordiales acerca de comprar kamagra oral jelly 100mg. Otro punto que vamos a es comprar kamagra 100mg. La disfunción sexual puede ser el primer signo de un problema psicológico pesado. Todo tipo de drogas, desde aquellas que se consideran “todas naturales” a las que se producen químicamente en un laboratorio, pueden causar algún tipo de efectos secundarios. El terapeuta sexual calificado revisará su información personal, siempre que los remedios, incluyendo Kamagra, sean satisfactorios para usted.

Por: CG Online Hércules em 3 de agosto de 2016

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!