Prazo para desincompatibilização provocará reforma administrativa no governo; Aristeu Chaves deixa o Procase

O governo da Paraíba pode ter várias baixas em seus secretários e diretores de autarquias provocando uma reforma administrativa. Isso porque alguns deles pretendem disputar as eleições e precisam deixar as gestões até esta quinta-feira (4), data final para a desincompatibilização.

Aristeu Chaves deixa o Procase para disputar a prefeitura de Camalaú pelo Partido Cidadania. O nome de Aristeu já foi prefeito do município por dois mandatos, e conta com forte apoio popular.

A secretária de Desenvolvimento e Articulação Municipal, Ana Cláudia Vital do Rêgo (Podemos), pretende disputar a prefeitura de Campina Grande e deve deixar o governo. Outro nome especulado para a disputa em Campina Grande é o de Geraldo Medeiros (Cidadania), mas o gestor já revelou que não fará parte da disputa.

Outra secretária que deve deixar o governo é Denise Albuquerque (Desenvolvimento Humano). Ela deve disputar a prefeitura de Cajazeiras. Já Beto Brasil deixa a Lotep para a disputa em Solânea.

Por: KLEBSON WANDERLEY em 4 de junho de 2020

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!