Arimatéa Porto diz ser traído pela família Marinho e afirma que Edglei Amorim é o ‘candidato boneco’ do grupo

A rádio Serra Branca FM deu prosseguimento nesta quarta-feira(07), com a série de entrevistas com os prefeitáveis que irão disputar as eleições deste ano na região do Cariri paraibano.

Iniciando com os candidatos do município de Santo André, o atual prefeito e candidato à reeleição, Arimatéa Porto, foi o primeiro entrevistado e respondeu as perguntas e questionamentos feitos pelos jornalistas Klebson Wanderley e Júnior Queiroz.

Durante toda a entrevista, Arimatéa Porto destacou o seu trabalho e as obras realizadas em Santo André no decorrer de sua curta gestão à frente da prefeitura.

Na segunda parte da entrevista com temas livres formulados pelos jornalistas da emissora, Arimatéa Porto respondeu as indagações e “de cara” cutucou a sua então companheira de chapa, a ex-prefeita Silvana Marinho e o grupo da família Marinho de ter lhe traído. “Sempre fui leal a família Marinho. Silvana foi quem me traiu. Ela quem me apunhalou pelas costas. Criaram um candidato para o grupo e a partir daí fiquei muito desgostoso. Em maio quando ela foi afastada, ela apagou todos os HDs dos computadores da prefeitura e demitiu todos os funcionários, causando uma grande dificuldade para o inicio da minha administração. Graças a Deus, montamos uma equipe com pessoas honestas e capacitadas, e hoje estamos trabalhando verdadeiramente pelo nosso povo”, disse Arimatéa.

Arimatéa Porto ainda refutou as críticas de seus opositores que acusam de ser um ‘prefeito perseguidor’. “Não sou perseguidor, logo quando assumir fiz o recadastramento dos funcionários e aqueles que acostumavam ganhar sem trabalhar, fui obrigado a demitir. Na minha gestão, o salário do funcionalismo é sagrado e todos ganham integralmente sem divisão de salários. Essa história plantada por eles que sou perseguidor, realmente não cola!”, arrematou Arimatéa.

Finalizando a entrevista, o candidato Arimatéa Porto respondeu sobre as críticas da oposição, que alegam que ele estaria fazendo as obras e ações deixadas pela então prefeita, Silvana Marinho e cutucou novamente os opositores. “Não tem nenhuma obra e projeto deixada por ela. Todas estas ações foram a nossa gestão que deu início.

O povo de Santo André conhece esse grupo aí que comandou por 16 anos e está marcado pelo desmantelo e corrupção. Querem colocar um rapaz para servir de ‘candidato boneco’ e ser comandado por eles. O outro candidato da oposição é uma pessoa boa, mas anda prometendo o mesmo emprego para várias pessoas do município. O povo conhece o meu trabalho e quero fazer sempre o melhor para Santo André e para nosso povo”, finalizou Arimatéa Porto.

De Olho no Cariri

Por: KLEBSON WANDERLEY em 8 de outubro de 2020

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!