João Azevêdo e Ricardo não se cumprimentam durante final da Copa do Nordeste; Governador nega crise

Duas fileiras da arquibancada do Estádio Almeidão separavam o atual governador do estado João Azevêdo e o ex-governador Ricardo Coutinho, na final do jogo do Botafogo-PB contra o Fortaleza-CE pela Copa do Nordeste, na última quarta-feira (29).

Se antes, durante a campanha de 2018 e depois da vitória os dois não se desgrudavam, e inclusive, estiveram juntos no mesmo estádio, não foi o que se viu na partida. Eles também não se cumprimentaram, o que causou estranheza por parte do público presente. Não há crise entre os dois, e essa seria uma estratégia para despistar os opositores ou o governador quer mesmo ‘dar um tempo’ de Ricardo?

Em entrevista à imprensa na cidade de Guarabira, na inauguração da Escola Cidadã Integral Técnica (ECIT) Dom Marcelo Pinto Carvalheira, Azevedo afirmou que não existe nenhum rompimento e que respeita Coutinho. “Não existe rompimento. Aliás, aprendi na política, com o próprio Ricardo Coutinho, que não se rompe com ninguém, se alguém não estiver satisfeito de estar próximo a mim, que faça o seu ato.

Da minha parte não tem nada disso. Eu tenho respeito pelo ex-governador, eu sei o tamanho de Ricardo, tamanho da importância política que ele tem para política paraibana e o que ele construiu. Eu sou fruto desse projeto”.

Com Polêmica PB

Por: KLEBSON WANDERLEY em 30 de maio de 2019

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!