Grupo de João Azevêdo criará Conselho Político em janeiro para discutir eleições municipais, em 2020

O governador João Azevêdo (sem partido) não deverá ficar omisso ao pleito de 2020 como muitos imaginavam, diante do recente racha com o PSB paraibano. Um Conselho Político será formado no mês de janeiro, e terá o chefe do executivo como comandante, a partir de janeiro, justamente para iniciar as discussões sobre as eleições 2020 nos 223 municípios do Estado.

Segundo João, o objetivo é fazer com que o partido a que ele se filiará participe de chapa majoritária nas principais cidades, e também oportunize condições para que as agremiações que fizerem parte do arco de alianças também sejam contempladas, já que uma única agremiação não poderá estar encabeçando ou participando das chapas em todas as cidades.

“A política é exatamente isso. É sentar, conversar, encontrar caminhos. Quando digo que vamos ter uma representação importante na maioria dos municípios, é em busca de ou apresentar um candidato no partido que nós tivermos fazendo parte ou fazendo alianças. Todos sabem que nenhum partido lançará candidato em 223 municípios. Você terá condições de analisar e isso tudo será fruto, a partir de janeiro, daquilo que nós vamos criar que é o Conselho Político para discutir as eleições de 2020”, falou.

Indagado sobre a possibilidade de fazer uma aliança com o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV), de quem foi adversário nos pleitos de 2016 e 2018, João foi direto ao admitir a parceria se houver viabilidade.

“Eu não descarto absolutamente nada. Em política a gente tem que sentar para discutir e encontrar caminhos. Se for viável, tudo bem, se não, cada um segue seu caminho”, arrematou.

Com PB Agora

Por: KLEBSON WANDERLEY em 11 de dezembro de 2019

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!