ELEIÇÕES EM SERRA BRANCA: Presidente municipal do PT defende união da oposição em 2020 e diz que partido pode abrir mão da cabeça de chapa

O Jornal do Meio Dia da Serra Branca FM abriu nesta terça-feira (21) uma série de entrevistas com dirigentes partidários e líderes políticos sobre as articulações para as Eleições Municipais de 2020. A intenção da série é saber como estão as conversas para alianças na próxima disputa, tendo em vista que outubro deste ano é o prazo final para filiações partidárias dos interessados em pleitear um cargo eletivo na próxima eleição.

O primeiro entrevistado foi o ex-vereador e presidente municipal do PT de Serra Branca, Ednaildo Saraiva. O líder petista defendeu a união das oposições para as próximas eleições e na sua visão é o sentimento da população de Serra Branca nas ruas. Ednaildo disse que o PT tem bons nomes para apresentar para a disputa, mas defendeu que a oposição possa dialogar para buscar o consenso do melhor nome que represente um real e consistente projeto de mudança para Serra Branca.

Ednaildo elogiou nomes como o de Guilherme Gaudêncio, que em sua visão poderia representar bem o bloco de oposição.

O presidente municipal do PT ainda disse que o partido já dialoga com Flávio Torreão e seu grupo para encontrar objetivos comuns que provoquem uma união política visando às próximas eleições. Ednaildo disse que o PT não fará nessas eleições qualquer imposição de nome, mas defende que todos se desarmem para que o projeto de cidade se sobressaia em detrimentos de interesses particulares.

Perguntado por fim se o PT poderia dialogar com os vereadores insatisfeitos liderados pelo vice-prefeito Joda Zuza, Ednaildo disse que não se pode descartar aliança com ninguém, mas alertou que os mesmos precisam tomar uma posição clara de oposição e não ficar em cima do muro.

De Olho no Cariri

Por: KLEBSON WANDERLEY em 22 de maio de 2019

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!