Com três abstenções, vereador George Aquino tem mandato salvo na Câmara de São João do Cariri

Foto: Cariri em Ação

Os vereadores de São João do Cariri em sessão extraordinária realizada na noite desta segunda-feira (13) analisaram o relatório conclusivo da comissão processante que investigou supostas irregularidades cometidas pelo vereador George Aquino (PSB). O parlamentar era acusado de ter cometido alguns crimes que estão sendo investigados também no âmbito da Justiça e Polícia e no Legislativo a denúncia partiu do presidente do Partido Trabalhista Cristão (PTC).

A denúncia foi apurada durante os últimos 90 dias através de uma Comissão Processante composta pelos vereadores Robson (presidente), Francisco Júnior (relator) e Romero (membro).

De acordo com o relatório ficaram constatadas várias irregularidades cometidas pelo vereador George Aquino e o parecer foi pela cassação. O parlamentar, entretanto, foi absolvido a partir da decisão de três vereadores que preferiram se abster de votar alegando que o processo já está sendo apurado pela Justiça e a ela cabe cassar o vereador se encontrar reais indícios. Os vereadores que se abstiveram foram Juber Farias, Dão e Chicão Medeiros.

Para cassar o vereador George Aquino, o relatório precisava de 6 votos favoráveis, o que não ocorreu. Com isso, a denúncia contra o vereador foi arquivada e o mandato de George está a salvo.

Para o parlamentar do PSB que participou da sessão, a CPI contra seu mandato foi uma perseguição política contra o projeto do Nepotismo apresentado por ele no início da legislatura na Câmara e uma armação de seus adversários contra seu trabalho em São João do Cariri. “Eu estou sentindo enfim o clima de Justiça em relação a esse processo que só teve como objetivo criar factoides para denegrir minha imagem”, pontuou George Aquino.

De Olho no Cariri

Por: KLEBSON WANDERLEY em 14 de novembro de 2017

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!