Após ter jurado fidelidade a Maranhão nas eleições 2018, PR muda e deixa filiados livres para aderirem ao Governo João Azevêdo

O Partido Republicano na Paraíba desembarcou da bancada governista, nas eleições de 2018, e mergulhou na campanha do senador José Maranhão (MDB) ao Governo do Estado, inclusive ocupando a vice na chapa majoritária da oposição. Mas, passada a derrota a legenda decidiu fazer o caminho de volta, seguindo o ditado bíblico de que ‘o bom filho a casa torna”.

Nesta sexta-feira (15), em entrevista à imprensa, o presidente estadual da legenda, Wellington Roberto deixou os filiados à vontade para se aliarem à gestão socialista. O conselho recai diretamente no deputado estadual Caio Roberto (PR), filho do dirigente, ao se referir a possibilidade de realinhamento do parlamentar com a situação na Paraíba.

“O deputado estadual Caio Roberto é quem pode tomar essa decisão. Ele já tem independência política própria. Desde o primeiro mandato tem feito ações dirigidas diretamente para os municípios e logicamente dirigidas por toda a Paraíba, então eu fico muito à vontade em dizer que como presidente do partido e como pai dele, que ele tem total liberdade de decidir. Se ele achar melhor votar assuntos que venham ser do interesse do Estado, ele se posicione na condição de votar, agora, se ele achar que não deve, vai depender exclusivamente dele”, ressaltou.

Roberto ressaltou que assim como deixa o filho à vontade, também estende essa liberdade aos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores com mandato pelo partido.

“Deixo não só Caio, como os demais filiados à vontade para tomarem as melhores decisões pensando não só no presente, mas sobretudo no futuro”, ressaltou.

Com PB Agora

Por: KLEBSON WANDERLEY em 15 de fevereiro de 2019

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!