Polícia Civil prende primeiro suspeito de participação direta na morte do serra-branquense Normando Pereira

A Polícia Civil da Paraíba, por meio da Delegacia de Serra Branca (vinculada à 14 DSPC/MONTEIRO), efetivou o cumprimento de Mandado de Prisão relativo à investigação sobre o latrocínio que vitimou o serrabranquense Normando Pereira. O crime ocorreu no último dia 13 de junho, no interior da chácara da vítima, às margens da BR 412, município de Serra Branca.

De acordo com informações apuradas pelo portal De Olho no Cariri, foi cumprido mandado de prisão preventiva em desfavor de William José de Sales (vulgo JAMAICA, de 41 anos). Ele é investigado por participação/envolvimento no latrocínio.

Segundo a polícia, Jamaica é pai de Gabriela, que foi detida após as investigações apontarem que ela estava comercializando produtos roubados na casa de Normando no dia do crime. A Polícia Civil acredita que ele foi um dos dois participantes na morte de Normando e disse que as investigações se encontram em fase final. A expectativa é que em breve sejam divulgados todos os envolvidos no assassinato.

De Olho no Cariri

Por: KLEBSON WANDERLEY em 12 de novembro de 2019

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!