Campus da UFCG em Sumé realiza colação de grau de 84 estudantes

IMG_C2-280716 (43)O Centro de Desenvolvimento Sustentável do Semiárido da Universidade Federal de Campina Grande (CDSA|UFCG), realizou na última quinta-feira, 28, no Ginásio “O Netão”, em Sumé-PB, a solenidade de Colação de Grau das turmas concluintes do semestre letivo 205.2.

Colaram grau 84 estudantes dos cursos de Licenciatura em Ciências Sociais, Licenciatura em Educação do Campo, Tecnologia em Gestão Pública, Tecnologia em Agroecologia, Engenharia de Biossistemas, Engenharia de Biotecnologia e Bioprocessos e Engenharia de Produção.

Na mesa solene estavam o pró-reitor de Ensino da UFCG, Luciano Barosi de Lemos (representante do reitor Edilson Amorim), o diretor do CDSA, José Vanderlan Leite de Oliveira, o vice-diretor, José Irivaldo Alves Oliveira Silva, além dos coordenadores de Unidades Acadêmicas Cecir Barbosa de Almeida Farias (Engenharia de Produção), Jean César Farias de Queiroz (Engenharia de Biotecnologia), Hugo Morais de Alcântara (Tecnologia do Desenvolvimento), Paulo César Oliveira Diniz (Ciências Sociais) e Fabiano Custódio de Oliveira (representante da Unidade Acadêmica de Educação do Campo), dos coordenadores de cursos, Valdonilson Barbosa dos Santos (Licenciatura em Ciências Sociais), José Maria Pereira da Nóbrega Júnior (Tecnologia em Gestão Pública), Carina Seixas Maia Dornelas (Tecnologia em Agroecologia), Ilza Maria do Nascimento Brasileiro (Engenharia de Biossistemas), Franklin Ferreira de Farias Nóbrega (Engenharia de Biotecnologia e Bioprocessos), Wladimir Tadeu Viesi (Engenharia de Produção) e Nahum Isaque Cavalcante (representante da Licenciatura em Educação do Campo) e representando o município de Sumé, Maely Saraiva.

Na oportunidade, o professor Erivan Silva (CDSA), cantou em homenagem aos concluintes e executou o Hino Nacional Brasileiro. Já a concluinte Jéssica Camila Gomes Batista, recitou o poema “Agradecimento de Formatura”.

IMG_C2-280716 (48)O paraninfo geral das turmas concluintes, professor Hugo Morais de Alcântara, foi apresentado pelo vice-diretor do CDSA, Irivaldo Oliveira, que entregou uma placa em sua homenagem.

O estudante Wilton Alexandre de Melo foi o orador das turmas concluintes. Para receber o grau em nome dos demais concluintes de suas respectivas turmas serão chamados os formandos Nivea Maria da Silva Dias (Agroecologia), Jéssica Camila Gomes Batista (Ciências Sociais), Gilmara Maria dos Santos Araujo (Educação do Campo), Eric de Freitas Araujo (Engenharia de Biossistemas), Thalita Daiane Neves Martins Engenharia de Biotecnologia e Bioprocessos), Poliana Gouveia Marinho (Engenharia de Produção) e Cíntia Rachael Freitas de Almeida (Gestão Pública).

O juramento foi feito pelos estudantes Claudia dos Santos Cruz (Tecnologia em Agroecologia), Wilza Borges de Souza (Ciências Sociais), Flavia Maria Alves de Araujo (Educação do Campo), Helder Torreao Leao (Engenharia de Biossistemas), Tamara Aline Ramos Maciel (Engenharia de Biotecnologia e Bioprocessos), José Vicente Guimarães Neto (Engenharia de Produção) e Maria Isabel Ramos Clemente (Tecnologia em Gestão Pública).

IMG_1711Discursos

O diretor do CDSA, professor Vanderlan Leite, inciou sua fala cumprimentando os familiares dos formandos destacando a importância de cada um para culminância do sonho da formatura. “Um momento tão especial como este não pode passar sem comemoração mas também não pode passar sem uma reflexão e meditação sobre o seu significado. Vivemos num País com uma profunda desigualdade social, educacional e material. Hoje vocês partirão para outro patamar de experiência profissional, muito diferente do banco de escola que conviveram até agora, irão experimentar outra vivência que é o mercado de trabalho, vão por em prática as qualidades, os atributos, as competências e habilidades necessárias na profissão escolhida, sejam engenheiros, licenciados ou tecnólogos”, ressaltou.

Vanderlan também destacou na sua fala os problemas em que o Pais vive atualmente. “Poderíamos aqui e agora, estarmos comemorando, falando só de flores como o momento requer, mas a minha indignação é tão grande que não poderia desperdiçar essa oportunidade para expressar minha revolta, que não só atingirá os futuros alunos do CDSA, mas a todos nós. Estamos diante de uma encruzilhada, vivendo um momento de muitas incertezas e de destruição desses pequenos pilares assentados a bem pouco tempo. Mas nosso povo, que sempre foi muito explorado e oprimido por um modelo cruel de política que não beneficia a maioria da população, não permitirá nenhum retrocesso dessa natureza. Apesar do momento, vamos crescer e os frutos já estão sendo colhidos. O CDSA entrou na rota da pós-graduação, portanto, os alunos que terminaram sua graduação, tem a oportunidade de cursar uma especialização ou mestrado, aqui no Campus de Sumé, onde foram criados recentemente dois mestrado e três especializações”.

Concluiu desejando sucesso profissional a todos os formandos, citando Sheryl Sandenberg, chefe operacional do Facebook: “Se te oferecerem um lugar em um foguete, não pergunte onde o assento fica”, finalizou.

Representando o reitor da UFCG, Edilson Amorim, o pró-reitor de Ensino, professor Luciano Barosi destacou a importância do momento para os estudantes e suas respectivas famílias, abordando o desafio por qual passaram para cursarem suas graduações.

IMG_C2-280716 (156)“Para que hoje possamos ter uma cerimônia com um excelente número de formandos, foi necessário vocês vencerem dificuldades que surgiram nessa caminhada acadêmica. Essa universidade é feita por vocês, por nós e por todos que se somam juntos, não por pessoas que atrapalham e há na história dessa universidade várias pessoas que falavam que não valeria a pena ter esse campus construído em Sumé, ou em Cuité ou em Pombal (frutos da expansão desta instituição), que não valeria a pena um curso de Medicina em Cajazeiras ou ter um curso de Odontologia em Patos ou aumentar o número de cursos noturnos no campus de Campina Grande, porque daria errado, isso é a visão do pessimista. Temos vários pessimistas, mas saibam vocês que apontar é muito fácil e também é muito fácil resolver o mundo com palavras. Temos que fazer uma universidade igualitária. Em todos os 96 cursos, os 11 Centros, todos os alunos tem que ter os mesmos direitos e isso não é fácil. Fazer pequenas coisas, fazer o dia a dia é muito difícil. Existem frases que falam sobre resolver o mundo como ‘a gente está tentando’ e olhar para vocês me faz acreditar nisso, então, parabéns para vocês, parabéns para seus pais, parabéns para o Brasil que está recebendo estes, profissionais de qualidade formados no CDSA”, concluiu pró-reitor.

O concluinte Wilton Alexandre de Melo destacou em seu discurso a trajetória dos alunos, que foi coroada na noite desta quinta-feira com o diploma de conclusão.

“Palavras se tornam poucas para externar tamanha alegria de estarmos aqui esta noite, mais uma vez reunidos, não em nossas salas de aula de forma isolada, mas todos juntos para compartilharmos aqui este grande acontecimento em nossas vidas enquanto acadêmicos, hoje formandos, do CDSA, da UFCG, que de forma brilhante, vem desempenhando um papel basilar em nossas vidas e no cotidiano social enquanto promotora do conhecimento e desenvolvimento humano. Hoje é coroada toda a nossa trajetória de esforços, lutas, quedas, mas principalmente de superação. Podemos nos orgulhar por esta conquista, uma caminhada repleta de muitas histórias que, com certeza, contribuíram de forma cabal para o enriquecimento de nossa formação profissional bem como nossa formação como seres humanos pensantes e atuantes em uma sociedade que a cada dia exige mais de cada um de seus membros”.

“Neste momento muitas cenas se fazem presentes em nossas mentes e que nos remetem ao passado, nos fazendo vislumbrar o que fomos, em vista de entendermos o que somos, e não menos importante de experimentarmos um pouco do que seremos. Olhar para trás significa contemplar a nós mesmos, o quanto foi importante cada momento e cada pessoa que por nossas vidas passaram, mas que marcaram de forma significativa esta trajetória até este momento”.

“Quando aqui chegamos, entramos por apenas uma porta. Mas hoje ao sairmos teremos um horizonte repleto de portas a serem abertas, uma infinidade de caminhos a serem desbravados. Semelhante ao nosso primeiro dia de aula, o medo nos assola em virtude das incertezas que nos esperam. Mas como naquele momento, também nos vem muitas esperanças de que como outrora, muita coisa vai mudar para melhor. Nosso medo deve ser nosso aliado para sabermos tomar as melhores decisões a serem seguidas e que farão mudanças não só em nós, mas também na vida de inúmeras pessoas, ele não deve jamais ser um impedimento. Batalhas, sempre teremos, mas o que vai nos fazer vencer todas elas é a perseverança em sempre continuar lutando, sem nunca desistir”, concluiu.

Em seu discurso, o homenageado, professor Hugo Morais agradeceu a Direção do CDSA pela lembrança de seu nome como paraninfo geral. “Compartilho com todos os colegas de trabalho do CDSA, servidores públicos federais, que desempenham suas funções com o princípio básico de atender o público”.

“Quando terminei o meu curso de graduação, no ano de 1996, vivíamos uma época de ajuste econômico e uma demanda de emprego pequena em diversas áreas de conhecimento, incluindo a Engenharia. Alguns colegas permaneceram por longos períodos sem um emprego formal, passando a exercer atividades em setores que não haviam planejado, mas todos eles usando as informações e habilidades que desenvolveram enquanto estudantes”.

Para os concluintes, lembrou que “o conhecimento e as experiências trocadas no período em que permaneceram como estudantes de um curso de graduação só serão esquecidos por vocês se não desejarem mais utilizar as habilidades que possuem hoje. Tenha certeza que vocês têm hoje mais oportunidades do que tinham enquanto estavam concluindo o ensino médio”.

“Apesar de termos atualmente inúmeros meios em que podemos obter informações para melhorar e ampliar o campo de atuação, pertinente a cada formação, as instituições de ensino continuam a desempenhar um papel fundamental para o seu desenvolvimento. E não desprezem a necessidade de continuar aprendendo, pois não considerem a graduação como uma conclusão e sim apenas como o início de seu aprendizado”. “O que posso afirmar para vocês é que a Educação realmente transformou a minha vida e tenho tentado proporcionar por meio das habilidades que desenvolvi uma vida melhor para a minha família, com quem aprendo todos os dias. Saibam que vocês que tem algum vínculo do CDSA também são parte dela”, finalizou.

 

De Olho no Cariri

Com Ascom

Normalmente la farmacia puede proporcionar a sus clientes tratamientos discretos para diversas enfermedades. Por ejemplo, la crema Temovate es un corticosteroide tópico. Este fármaco funciona deprimiendo la actividad de diversos productos químicos que causan enrojecimiento. Típicamente, tanto hombres como mujeres sufren de disfunciones sexuales. Si usted está preocupado por el trastorno eréctil, probablemente sabe acerca de http://kamagraoraljelly.me/es/100mg.html. Cuando usted compra drogas como Kamagra debe discutir con su profesional de la salud acerca de comprar kamagra oral jelly 100mg. Otro punto que vamos a es comprar kamagra 100mg. La disfunción sexual puede ser ser el primer signo de un problema psicológico pesado. Todo tipo de drogas, desde aquellas que se consideran “todas naturales” a las que se producen químicamente en un laboratorio, pueden causar algún tipo de efectos secundarios. El terapeuta sexual calificado revisará su información, siempre que los remedios, incluyendo Kamagra, sean satisfactorios para usted.

Por: CG Online Hércules em 1 de agosto de 2016

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!