TCE mostra que prefeito de Taperoá gastou mais que arrecadou e terminou ano com rombo nas contas públicas

Mesmo tento demitido todos os contratados e comissionados nos últimos meses do ano, o prefeito de Taperoá, Jurandi Gouveia, concluiu o ano de 2017 com uma marca negativa para sua gestão. A Prefeitura de Taperoá gastou mais do que arrecadou e terminou o ano com dívidas acumuladas que giram em torno de 2 milhões de reais.

Segundo dados do Sagres do Tribunal de Contas do Estado, até o mês de novembro de 2017, a Prefeitura de Taperoá já havia recebido R$ 22.218.492,00, mas o valor comprometido com as despesas já alcançava a marca de R$ 23.088.457,43.

Veja quanto Taperoá recebeu até novembro de 2017

O rombo, entretanto, é maior quando comparado com o valor que foi pago aos serviços contratados pelo prefeito Jurandi. A Prefeitura de Taperoá até novembro só pagou em dívidas pouco mais de 20 milhões deixando um déficit nas contas públicas de 2.175.560,09 milhões.

Veja quanto Taperoá gastou e o que pagou até novembro de 2017

Informações de bastidores apontam que a demissão em massa feita pelo prefeito Jurandi foi apenas para conseguir pagar o décimo dos efetivos, deixando contratados e comissionados sem rendimentos no final do ano e fornecedores na bronca sem pagamento pelos serviços prestados ao município.

De Olho no Cariri

Por: KLEBSON WANDERLEY em 3 de janeiro de 2018

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!