Projeto faz do Parque do Povo um local arborizado com áreas para esporte e lazer

O ‘Maior São João do Mundo’ terminou no último fim de semana, mas as polêmicas envolvendo a festa parecem não ter fim. Uma das questões mais debatidas por quem aproveitou o evento gira em torno da ideia de mudar a festa de local, tendo em vista a crescente demanda. Atento a esse tipo de discussão, o estudante concluinte do curso de Arquitetura e Urbanismo da Unifacisa de Campina Grande, Adam Duarte, apresentou no III Fórum de Turismo de Campina Grande, no último sábado, um projeto para a transformação do Parque do Povo em um parque urbano. 

O trabalho, que foi realizado sob orientação do professor Giovanni Alencar, foi feito na perspectiva de que a festa mais importante da cidade saia do Parque do Povo. Com isso, foi pensada para o local uma reforma que daria uma maior funcionalidade para a rotina do lugar.

“Faço parte da porcentagem que utiliza o Parque do Povo como palco para esportes e presencio a vida que o Parque do Povo tem no período da noite e a deficiência que o mesmo apresenta em relação à estrutura para favorecer aos esportistas”, destacou.

Além disso, outra questão é sobre as alterações causadas nos arredores do Parque do Povo em época junina, pois, devido à montagem do “Maior São João do Mundo”, ocorre o fechamento de ruas e desvio de fluxos de veículos, bem como o caos no trânsito, em dias de grandes shows. Vizinho ao Parque do Povo se encontra um hospital, existindo, assim, um desconforto de pacientes nos dias da festa. Outro fato importante é em relação à insegurança sentida na região, uma vez que, após as festas juninas, o parque não possui muito movimento

Para Adam, transformar o local em um parque urbano de fato, estaria exaltando as potencialidades que o local oferece. “Se criaria no coração da cidade um ambiente atrativo e convidativo à população de modo que a mesma passasse a utilizar o local com mais frequência, e não só em épocas festivas, trazendo, assim, o Parque de volta à vida cotidiana da cidade”, afirmou.

Para o coordenador do curso de Arquitetura e Urbanismo da Unifacisa, Jean Carlo Fechine Tavares, os trabalhos representam uma contribuição social. “A cidade vem crescendo e enfrentando novos desafios, e através destes trabalhos nossos alunos estão trazendo soluções e novas ideias para nossa cidade”, destacou.

Prefeitura analisa mudanças

Com o sucesso de público no ‘Maior São João do Mundo’ deste ano veio também uma discussão sobre a necessidade ou não de mudar o local da festa. Nas redes sociais, vários amantes da festa de Campina Grande reclamaram da dificuldade de entrar e sair do Parque do Povo em dias com atrações que levaram muita gente aos festejos.

Diante desta demanda cada vez mais crescente, a Prefeitura Municipal de Campina Grande analisa a possibilidade da mudança de local do São João, bem como uma reforma para o Parque do Povo. Segundo o secretário de Planejamento da cidade, André Agra, em 30 dias deve ser divulgado um projeto para o local.

“Estivemos neste Fórum de Turismo e eu vi esse projeto do aluno, que é muito interessante. A gente sempre agrega essa ideias e discute internamente. Realmente a demanda para a festa vem aumentando cada vez mais. E por isso estamos discutindo sobre o tema. Mas não é de hoje que a gente observa esse debate. Em 30 dias teremos novidades sobre as propostas que recebemos e que estamos pensando para o Parque do Povo”, revelou André.

Por: KLEBSON WANDERLEY em 5 de julho de 2017

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *