Polícia prende engenheiros que atestaram segurança da barragem em Brumadinho

Dois mandados de prisão expedidos pela Justiça Estadual de Minas Gerais foram cumpridos na manhã desta terça-feira (29), em São Paulo, contra engenheiros que atestaram a segurança da barragem 1 da Mina do Feijão, em Brumadinho (MG).

A Defesa Civil de Minas Gerais informou o número de 65 mortos e 279 desaparecidos após a tragédia na última sexta-feira (25).

A Polícia Federal também participa das ações e cumpre dois mandados de busca e apreensão em empresas que prestaram serviços para a Vale. As investigações apuram se documentos técnicos, feitos por empresas contratadas, foram fraudados.

A definição do número de militares foi tomada após reunião pelo Comando Geral ainda no último domingo (27). A ida dos profissionais, contudo, está dependendo de uma definição do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais.

Com Polêmica PB

Por: KLEBSON WANDERLEY em 29 de janeiro de 2019

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!