Monteiro implanta maior programa de recuperação de poços da história do município

A prefeita de Monteiro, Anna Lorena, atendendo uma das principais reivindicações da população da zona rural e que foi considerada ação prioritária no enfrentamento à estiagem, determinou a recuperação de todos os poços públicos existentes no município.

O maior município do estado em área territorial, possui 412 poços, espalhados em quase 1 mil Km² de extensão, nas 55 associações das comunidades rurais, que têm como única fonte de recurso hídrico através de eletrobombas e cataventos para uso geral e carro pipa para consumo humano.

As ações fazem parte do programa “MAIS ÁGUA NO CAMPO” e visa suprir a necessidade de recursos hídricos de todas as residências da zona rural, bem como de todas as pequenas propriedades rurais com a oferta de serviços de abastecimento de água de qualidade para consumo humano, água para uso comum, dessedentação animal e irrigação de sistemas produtivos agroecológicos consorciados.

Segundo o secretário de agricultura, Alfredo Viana, somente no mês de outubro, foi realizado o conserto de eletrobombas nas comunidades Barreiros (Zé de Bé – Gena), Serrote de Cima (Valdim), Alto da Bela Vista e na Praça de Alimentação da zona urbana.

Na zona rural, foram realizados serviços de manutenção em 40 poços movidos a catavento, com a troca de adaptadores, registros, cabeças, sola, anilhas, varetas de guia, cilindros, niples, joelhos, reduções e cordões de gaxeta, nas comunidades de Amaro, Aroeiras, Barreiros, Bredos, Cacimbinha, Catolé, Curupaiti, Gameleira, Garapa, Gerimum, Lagoa grande, Marinheiro, Minador, Morcego, Pau D’arco, Pitombeira, Queimadas, Riacho do meio, Rigideira, Tamanduá, Tanques, Timóteo e Umburana.

Ascom PMM

Por: KLEBSON WANDERLEY em 12 de novembro de 2019

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!