Governador prorroga investigação sobre massacre no Lar do Garoto

Em ato publicado na edição desta sexta-feira (07) do Diário Oficial do Estado, o governador Ricardo Coutinho prorrogou por mais 30 dias os trabalhos de uma Comissão de Sindicância que investiga o massacre ocorrido no Lar de Garoto, na madrugada do dia 3 de julho.

Sete internos da unidade de ressocialização morreram, sendo cinco carbonizados, e outros conseguiram fugir.

A prorrogação ocorre em virtude da necessidade de a Comissão Sindicante colher mais elementos de prova e aprofundar as investigações sobre o caso.

Ao final do prazo,  a Comissão deverá apresentar relatório conclusivo.

O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) admitiu a possibilidade de haver uma intervenção judicial na Fundação da Criança e do Adolescente (Fundac) após ‘massacre’ no Lar do Garoto.

Após as mortes e fugas,  três internos foram transferidos para João Pessoa.

Com MaisPB

Por: KLEBSON WANDERLEY em 7 de julho de 2017

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!