Eleições dos Conselhos Tutelares em cidade da PB tem tumultos devido ao uso de cédulas de papel

O processo de seleção dos novos conselheiros tutelares em Patos começou neste domingo (6), marcado pela desorganização.

De acordo com Lívia Vila Nova, promotora de Justiça, o processo de votação foi realizado em cédulas de papel devido a uma determinação judicial em favor de uma candidata que não teve seus dados disponibilizado nas urnas eletrônicas corretamente.

“Votar em cédulas de papel é mais demorado do que em urna eletrônica, e por conta disso as filas tem demorado mais do que inicialmente se imaginava. Mas nós asseguramos que todos que estão aqui irão votar”, explicou a promotora.

Dentro da Escola Integral Cidadã Monsenhor Vieira, destaque para a grande movimentação de pessoas registrada, uma vez que os mais de 63 mil eleitores inscritos junto à justiça eleitoral de Patos estão convergindo para a unidade, gerando um processo bastante demorado.

Outro fato percebido é a presença constante de vereadores, candidatos e pessoas ligadas aos 33 postulantes a conselheiros tutelares nos corredores da escola, fato que tem gerado bastante reclamação por parte do eleitorado.

Na eleição deste domingo, serão eleitos cinco conselheiros tutelares para o Conselho Tutelar Norte e cinco para o Conselho Tutelar Sul.

Com Click PB

Por: KLEBSON WANDERLEY em 6 de outubro de 2019

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!