Chegada da água do Rio São Francisco a Boqueirão pode atrasar; entenda

Após a Agência Executiva de Gestão de Águas da Paraíba (Aesa) registrar uma queda no volume da água que chega ao açude de Poções, em Monteiro, no Cariri da Paraíba, pela transposição do Rio São Francisco, gerando dúvidas quanto aos motivos dessa redução, o Ministério da Integração Nacional emitiu uma nota (confira abaixo) confirmando que é feito um serviço de manutenção em uma das duas motobombas da sexta estação de bombeamento do Eixo Leste (EBV-6), onde apenas uma segue em funcionamento.

De acordo com o presidente da Aesa, João Fernandes, o ajuste no volume de água deve ser corrigido para evitar atrasos na chegada da água ao açude Epitácio Pessoa (Boqueirão), que atende a Região Metropolitana de Campina Grande.

Fernandes disse, em participação no programa Balanço Geral, da Rede Correio Sat, que já entrou em contato com engenheiros responsáveis pela obra e aguarda um retorno. Segundo o presidente da Aesa, é preciso de oito a nove metros cúbicos por segundo para cumprir o prazo de 30 a 45 dias para a água chegar a Boqueirão. O Ministério da Integração Nacional disse que a motobomba que está funcionando possui capacidade para liberar uma vazão de 4,5 m³/s, o que julgou suficiente para que a água do rio São Francisco chegue ao destino esperado.

Confira abaixo nota na íntegra do Ministério da Integração Nacional:

O Ministério da Integração Nacional vem a público prestar os seguintes esclarecimentos:

1) A sexta estação de bombeamento do Eixo Leste (EBV-6) do Projeto de Integração do Rio São Francisco, localizada em Sertânia (PE), está em funcionamento desde o dia 28 de fevereiro. A estrutura é composta por duas motobombas;

2) Hoje, a EBV-6 está operando com uma motobomba que possui capacidade para liberar uma vazão de 4,5 m3/s, o equivalente ao volume necessário para atender a uma população de aproximadamente 2 milhões de pessoas e suficiente para que a água do rio São Francisco chegue ao reservatório Boqueirão;

3) Eventualmente, o funcionamento de uma das motobombas pode ser interrompido para ajustes previstos, uma vez que o processo de bombeamento foi iniciado há poucos dias.

Com Portal Correio

Por: KLEBSON WANDERLEY em 14 de março de 2017

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!