Aumenta diferença salarial entre homens e mulheres em micro e pequenas empresas na Paraíba

Foto: Getty Images/sorbetto.

A diferença salarial entre homens e mulheres empregados nas micro e pequenas empresas (MPEs) paraibanas aumentou em um período de cinco anos, segundo mostra o Anuário do Trabalho nos Pequenos Negócios, elaborado pelo Sebrae, a partir de informações do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Econômicos (Dieese).

Em 2006, um empregado homem recebia em média R$ 1.050, enquanto que uma empregada mulher recebia R$ 970; já em 2016, essa diferença ficou ainda maior, pois enquanto os homens recebiam em média R$ 1.417, as mulheres recebiam R$ 1.303, um aumento de 42,5%.

O número de mulheres empregadas nas micro e pequenas empresas da Paraíba também aumentou, em 93%, passando de 37.446 para 72.277.

Das mulheres empregadas, 72,4% possui ensino médio completo ou superior incompleto. Outras 14,2% possuem superior completo e 9,4% têm fundamental completo ou médio incompleto. Apenas 3,9% possuem fundamental incompleto e 0,1% são analfabetas.

Homens ainda são maioria

Apesar do aumento no número de mulheres empregadas nas micro e pequenas empresas da Paraíba, segundo as informações do Dieese, o número de empregados homens também teve um aumento de 67%, passando de 70.451 para 118.177 – o que mostra que os trabalhadores do sexo masculino ainda são maioria nessas empresas.

Com G1

Por: KLEBSON WANDERLEY em 24 de julho de 2018

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!