Família da jovem Maria Helena agradece a solidariedade recebida; confira nota!

Familiares e amigos da jovem Maria Helena estarão reunidos na noite desta segunda-feira (17) a partir das 19h30 na Igreja Matriz de Serra Branca para celebrar os sete dias de seu falecimento. A Missa será presidida pelo pároco local, padre Francisco Evaristo, e toda a comunidade é convidada a participar desse ato de fé e solidariedade com a família.

Os pais de Maria Helena, o contador João Cézar, e a bancária Elan Antonino enviaram uma nota de agradecimento a toda a sociedade serra-branquense e cariririzeira, assim como para amigos, familiares e colegas de Maria Helena em Araruna por toda a solidariedade recebida desde a partida inesperada de sua filha.

Eles também convidaram a todos para participar da celebração Eucarística desta segunda-feira.

MENSAGEM DE JOÃO CÉZAR, ELAN E FRANCISCO, PAIS E IRMÃO DE MARIA HELENA ANTONINO ALMEIDA

 

Quando estava entre nós, nossa Maria Helena nos dizia algo que só hoje entendemos seu real e verdadeiro sentido. “Nosso amor é além desta vida”, era uma frase repetida muitas vezes por Helena para nós e que hoje nos dá a certeza de que Deus sempre a quis mais próximo d’Ele e a fez passar rapidamente entre nós para nos fazer sentir um pouco de seu amor.

 

E quanto amor brota de nosso coração em forma de dor. Ao longo desses últimos dias, descobrimos que amor e dor se confundem e têm até o mesmo significado quando se ama. Desde quando recebemos a notícia do acidente que separou Maria Helena de nós, se por um lado sentíamos muita dor, angústia e medo, por outro o amor daqueles que rezaram por nós, que nos fizeram com sua fé acreditar até o último instante e com sua solidariedade nos sustenta até aqui, entendermos que esses dois sentimentos se completam de tão diferentes e antagônicos que são.

 

Queremos com essa singela mensagem, expressar todo sentimento de gratidão aos familiares, amigos nossos e de Maria Helena, à família UEPB Araruna e a todos que de uma forma ou de outra nos fizeram carregar com dignidade a cruz que o Senhor nos reservou. Nosso sentimento hoje é de gratidão e de paz em meio a todo sofrimento. Devolvemos a Deus o que a Ele pertence. Maria Helena tinha uma missão maior do que aquela que para ela desejamos.

 

Os últimos dias, apesar de todo apoio da família e de amigos próximos, foi de vazio e muita, mas muita saudade. Tudo e cada coisa nos faz lembrar Maria Helena e quando no status de seu whatsapp, vimos uma mensagem que dizia: “Eu não ando só”; tivemos a certeza de que Deus há muito tempo já a desejava mais próximo e cabe a nós compreender e aceitar seus desígnios.

 

Mais uma vez, agradecemos a solidariedade e demonstrações de carinho e amizade para conosco e para com nossa Maria Helena. A dor que sentimos é grande, mas parece ter sido dividida com tantos amigos e até desconhecidos solidários, que ela ficou menor e do tamanho que estamos conseguindo suportar.

 

Para aqueles que crêem, a morte não é o fim, mas a passagem e o começo para a verdadeira vida. Nossa Maria Helena vive. Aqui na terra, em nossos corações enquanto pulsam, mas na eternidade de braços abertos e sorriso no rosto a nos esperar para toda a vida!
De Olho no Cariri

Por: KLEBSON WANDERLEY em 17 de abril de 2017

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!