Justiça Eleitoral cassa mandatos de prefeito e vice de Pocinhos por compra de votos

A Justiça Eleitoral de Pocinhos cassou os mandatos do prefeito Cláudio Chaves Costa e da vice Maísa Apolinário de Oliveira Costa por compra de votos e determinou novas eleições na cidade.

De acordo com o juiz Luiz Gonzaga Pereira de Melo Filho, está comprovado que o gestor fez individualmente doações a eleitores dinheiro ou outros bens, como promessa de emprego na prefeitura.

Os gestores também estão inelegíveis por oito anos e permanecem no cargo até o julgamento dos recursos no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PB).

Para o magistrado, com a manutenção do prefeito e do vice nos cargos evita-se sucessivas e indesejáveis mudanças na chefia do Poder Executivo municipal e  instabilidade  na máquina administrativa.

Com Mais PB

Por: KLEBSON WANDERLEY em 17 de abril de 2018

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!